Início Notícias Habitação Prefeitura conquista mais 50 casas populares para Urupês

Prefeitura conquista mais 50 casas populares para Urupês

Cerca de 3 minutos de leitura

78 acessos

Conjunto habitacional vai ser construído pelo projeto Nossa Casa-CDHU. Foto: DownloadDivulgação/Habitação-CDHU.

Por Luís Fernando da Silva - Departamento de Comunicação Social

Publicado em 03/07/2020 09h12

O Prefeito de Urupês, Bica, assinou, neste sábado (27), um convênio com a Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo (CDHU) para a construção de 50 novas casas populares, também chamadas de “casas de interesse social” no município. A assinatura aconteceu em audiência com o Secretário de Habitação, Flavio Amary, no Palácio dos Bandeirantes, contando também com a presença do presidente da CDHU, Reinaldo Iapequino, e de diretores da Companhia.
“Estou muito feliz em finalmente conseguirmos as casas para nossa população. Este é um trabalho fundamental para a cidade, porque vai gerar emprego, além de oferecer a moradia digna para as pessoas”, comemorou o prefeito.
Há vários meses, Bica vinha mantendo contato com a CDHU, solicitando as casas para a cidade. Enfim, Urupês e outros 59 municípios foram contemplados com o convênio. Em conferência virtual, Amary disse que apenas conseguiu liberar agora o programa, devido às mudanças de financiamento. Segundo ele “foi uma determinação para estruturar uma maneira diferente da construção das casas”.
Com intuito de atender a demanda habitacional na cidade e proporcionar moradia digna para até 50 famílias da cidade, o projeto Nossa Casa-CDHU disponibiliza casas a preços sociais, ou seja, bem abaixo da média do mercado. O programa também pode dar descontos de até R$ 40 mil para famílias com renda de até três salários mínimos.
A Prefeitura de Urupês doará os lotes dos terrenos à CDHU, que, por sua vez, realizará o planejamento e credenciamento das empresas que realizarão a obra. A construção será financiada pela Caixa Econômica Federal.
As inscrições para as famílias que desejarem aderir ao projeto ainda não foram abertas. Também será possível contar ainda com subsídios federais e utilizar o FGTS no financiamento habitacional. Desta forma, o valor das prestações ficará compatível com a capacidade de pagamento das famílias.
Características sociais:
  • 5% das unidades são destinadas exclusivamente a famílias com idosos (60 anos ou mais), conforme política de destinação de unidades habitacionais;
  • 7% das unidades são destinadas a famílias com portadores de necessidades especiais;
  • 4% das unidades são destinadas a policiais civis, policiais militares, agentes de segurança penitenciárias e agentes de escolta e vigilância penitenciária.
Prefeito Bica assina convênio com a CDHU para construção de novo conjunto habitacional. Foto: Divulgação.

Notícias recomendadas

Pesquisar por assunto