Início Notícias Assistência Social Urupês finaliza campanha de combate ao suicídio com palestras e rodas de conversa para jovens, adultos e idosos

Urupês finaliza campanha de combate ao suicídio com palestras e rodas de conversa para jovens, adultos e idosos

Cerca de 4 minutos de leitura

103 acessos

Psicóloga Maria Sofia Mazzo Tamarozzi conduz roda de conversa com população do bairro Mundo Novo. Foto: Arquivo pessoal.

Por Luís Fernando da Silva - Departamento de Comunicação

Publicado em 29/09/2021 17h55 - Atualizado em 30/09/2021 10h42

Próximo ao fim do mês de setembro, as unidades públicas estão desenvolvendo as últimas ações da campanha Setembro Amarelo.

Nesta quarta-feira (29), a ESF Dr. Hanz Ronald Froelich, do bairro Mundo Novo, promoveu uma roda de conversas com moradores do bairro, às 9h, conduzida pela psicóloga Maria Sofia Mazzo Tamarozzi. Na dinâmica, foi criada a “Caixa do Desabafo”, onde os participantes depositaram anonimamente experiências e situações que lhes causavam incômodo. Os temas foram abordados pela profissional.

Ações semelhantes foram desenvolvidas também nas outras Unidades de Saúde. Na ESF do bairro Manoel Carreira, por exemplo, a roda de conversa foi conduzida pela médica Dra. Yulia Brasil e pela Psicóloga Tainá Costa no dia 23 de setembro.

Nesta quarta-feira (29), em São João de Itaguaçu, a Psicóloga Valnia Maria Ledesma Esteves também conduziu uma roda de conversa sobre Saúde Mental com os alunos da EMEF Maria de Lourdes da Costa Nunes. Anteriormente, outra ação havia acontecido no distrito. A psicóloga Valnia também conduziu uma roda de conversa com moradores, na ESF Francisco Gomes da Silva, no dia 22. Nas duas ocasiões, foram entregues informativos com frases e sinais de alerta.

A ação promovida pela ESF do bairro Boa Vista aconteceu a céu aberto, no Parque dos Lagos, também conduzida pela psicóloga Valnia Esteves também, no dia 23 de setembro.

Adolescentes que fazem parte do projeto Galera de Atitude participaram na terça-feira (28/09) de uma ação especial sobre o Setembro Amarelo. Através de uma atividade artística, eles confeccionaram luminárias em potes de vidros que representam a luz interior. “Sabe aquela frase ‘existe luz no fim no túnel’? Então, existe luz dentro da gente”, explicou Bruna Milani, psicóloga. “Aí de uma forma simbólica fizemos essa linda arte e todos puderam levar pra casa ou entregar pra alguém que precisa de apoio”.

Na segunda-feira (27), aconteceu a segunda reunião presencial dos grupos BPC. Houve apresentação de vídeo e exposição de relatos.

Na semana passada, Bruna, Elisandra Sanches e Elen Freitas, psicólogas do CRAS, também conduziram uma palestra com idosos no Centro de Convivência do Idoso (CCI), abordando o tema Setembro Amarelo, que explorou os sentimentos mais vividos nessa fase de pandemia.

A Prefeitura conduziu diversas ações ao decorrer de todo o mês de setembro abordando o assunto em serviços sociais e de saúde.

A Campanha Setembro Amarelo

A Campanha Setembro Amarelo acontece todos os anos, abordando um tema delicado, mas de grande importância de ser debatido: a Prevenção ao Suicídio. A Organização Panamericana da Saúde (OPAS) alertou que a pandemia da COVID-19 pode aumentar os fatores de risco para suicídio.

Urupês possui uma rede de atendimento com psicólogos e psiquiatra que podem ser feitos por qualquer morador. Basta entrar em contato com a Unidade de Saúde do bairro para mais informações.

O Centro de Valorização da Vida (CVV) – Disque 188 – também atende pessoas que precisem de suporte, com respeito, anonimato, guardando estrito sigilo sobre tudo que for dito e de forma gratuita.

Notícias recomendadas

Pesquisar por assunto