Início Notícias Infraestrutura Pela primeira vez na história, Urupês terá 100% de esgoto tratado
Infraestrutura |
Por Luis Fernando da Silva, Assessoria de Imprensa
Pela primeira vez na história, Urupês terá 100% de esgoto tratado
Whatsapp
print

Dentro de poucos dias, Urupês dará início às obras para construção da Estação Compacta de Tratamento de Esgoto no distrito de São João de Itaguaçu. Na manhã desta terça-feira (30), o prefeito Bica e a equipe técnica responsável pelo projeto estiveram em reunião com o engenheiro da empresa que realizará a obra, dando autorização para o início da empreitada.

Há mais de 80 anos, o esgoto coletado no distrito não possuía tratamento adequado, sendo despejado integralmente no Córrego São João. Por isso, além de regularizar a questão do tratamento, o projeto trará inúmeros benefícios ambientais, como a despoluição do córrego e a recuperação do ecossistema fluvial.

Lauriston Isique, diretor municipal de Meio Ambiente, Saneamento e Recursos Hídricos, órgão diretamente responsável pelo projeto, ressalta que, a partir de agora, “Urupês entra para um seleto grupo dos municípios que tratam 100% do esgoto gerado”. Ele vê isso como uma conquista para a cidade, já que, de acordo com dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS – base 2018), apenas 46% do volume de esgoto gerado no país é tratado.

Os recursos para a obra vêm por meio de um convênio firmado entre o município e o Fundo Estadual de Recursos Hídricos – FEHIDRO. Dos R$ 659.871,14 que serão investidos, apenas R$ 13.198,21 são de Recursos Próprios de Urupês, o resto é investimento do FEHIDRO.

Sobre a Estação

A Estação Compacta de Tratamento de Esgoto é um sistema de altíssima tecnologia, que utiliza uma base modular e completamente vedada, o que não permitirá a emissão de odores. Através desta Estação de Tratamento, que não utiliza grandes lagoas, pode-se garantir que os efluentes, depois de tratados, estejam sempre dentro dos padrões de lançamento no corpo receptor.

O sistema tem capacidade para atender até mil pessoas, o que já supre a demanda apresentada no distrito, que, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, possui 721 habitantes. Contudo, por se tratar de um sistema modular, Lauriston explica que, caso futuramente seja necessário, o município poderá ampliar a capacidade de tratamento do esgoto gerado.


Notícia impressa de http://urupes.sp.gov.br em 10/07/2020